Bosque se transforma "em verso e prosa" todo quarto domingo do mês

Álvares de Azevedo, Carlos Drummond de Andrade, Adélia Prado, Clarice Lispector, Machado de Assis, trechos de livros, principalmente daquele seu preferido, crônicas, versos, prosas: tudo pode ser declamado ao microfone aberto todo quarto domingo do mês, no Bosque Marapendi. Até mesmo aquele texto que você escreveu, caro leitor, talvez já há algum tempo ou mesmo hoje, pode ser apresentado aos demais, conhecidos ou não.

 

Essa é a proposta do "Em verso e prosa no Bosque", uma iniciativa da atriz Lucrécia Marques, através do Instituto Ciativa, imediatamente aprovada pela Associação Bosque Marapendi, que dá o apoio ao evento. A primeira experiência, realizada em 23 de setembro, foi um divertido encontro que empolgou os espectadores a declamarem algo e a aplaudirem: até os mais tímidos soltaram suas vozes sem qualquer inibição, pois o público abraçou, com carinho, a atividade.

Ler, escutar, compreender, expressar-se e divertir-se! Crianças, jovens e adultos de todas as idades: compareçam e soltem suas vozes, levando mais cultura e diversão aos espaços ao ar livre, como o nosso Bosque Marapendi.

Participe!!

Serviço:

Horário: das 10h às 12h

Local: Bosque Marapendi - Ao lado do contêiner de segurança  (se chover, o evento será cancelado).

Realização: Lucrécia Marques (atriz e idealizadora do Projeto Prosa na Praça - Recreio)